Objetivos
  • Proporcionar conhecimentos sobre metodologias de avaliação diretas e indiretas sobre o estado nutricional do doente
  • Aquisição de conhecimentos relacionados com a fisiopatologia das doenças mais prevalentes em meio hospitalar, a sua etiologia e o seu tratamento nutricional
  • Conceitos básicos dietéticos e suporte nutricional artificial em todos os seus aspetos: avaliação do estado nutricional, indicações gerais do suporte nutricional e guia prático para a prescrição e seguimento do suporte nutricional artificial tanto enteral como parenteral
  • Proporcionar a discussão de casos clínicos baseados em casos reais tratados em ambiente hospitalar.
Resultados de aprendizagem

Os médicos internistas ficam com as competências e ferramentas necessárias para:

  • Descriminar positivamente o tipo de dieta mais adequada ao doente/doença (s)
  • Fazer avaliação nutricional que proporcione o diagnóstico nutricional e a instituição da terapêutica mais adequada a cada situação
  • Conhecimentos teórico-práticos que permitam resolver situações concretas, em particular em contexto do doente hospitalizado
  • Capacidade de análise diagnóstica nutricional para implementação de terapêutica nutricional
Destinatários

Licenciados ou detentores do Mestrado Integrado em Medicina.

Datas do curso

6 de janeiro 2018 a 24 de fevereiro 2018
Sábado das 9h às 13h

Candidaturas
Candidaturas online de 8 a 15 de novembro de 2017
Regime de frequência

Os estudantes têm a possibilidade de optar por dois regimes de frequência: o regime Presencial e o regime à Distância. Ambos os regimes possibilitam aos estudantes o acesso às aulas através da combinação de 3 vias (presença em sala de aula, videoconferência e aula gravada) variando entre si na percentagem de acesso atribuída a cada uma destas modalidades.

1. No regime presencial os estudantes devem frequentar no mínimo 75% das aulas presencialmente, em sala de aula. Em casos excecionais e devidamente justificados, os restantes 25% das aulas podem ser assistidos através de videoconferência e e/ou aula gravada.

2. No regime à distância os estudantes devem frequentar no mínimo 75% das aulas através de videoconferência. Em casos excecionais e devidamente justificados, os restantes 25% das aulas podem ser assistidos em diferido através de aula gravada. A inscrição no regime à Distância encontra-se reservado aos estudantes que não apresentem condições para frequência no regime presencial.

ECTS

Esta unidade de formação contínua confere 4 ECTS