Reumatologia Aplicada

Direção do Curso

Prof. Doutor Carlos Vaz

As doenças reumáticas são bastante prevalentes na população e representam um número importante das consultas dos Cuidados Primários de Saúde. Neste sentido há necessidade de manter e eventualmente reforçar os conhecimentos desta área de conhecimento por parte dos médicos que tratam este tipo de doentes. É o caso dos Médicos Especialistas ou em formação em Medicina Geral e Familiar. Esta necessidade está contemplada no plano de formação dos médicos nesta Especialidade, regulamentado pela Portaria n.º 45/2015 de 20 de fevereiro, onde a Reumatologia é considerada uma das Especialidades que podem ser incluídas nos estágios de formação (Ponto 2.2.2).

Objetivos

Proporcionar os conhecimentos e competências necessários a uma boa prática clínica, na área da patologia médica osteoarticular por parte dos clínicos que abordam doentes com queixas músculo-esqueléticas, nomeadamente nos Cuidados Primários de Saúde, não excluindo outras Especialidades Médicas. Pretende-se melhorar a capacidade de identificação e orientação dos doentes com queixas músculo-esqueléticas através de uma formação ministrada por docentes da área da Reumatologia em colaboração com a Coordenação do Internato Médico de Medicina Geral e Familiar.

Duração: 32 horas (4 ECTS)

Destinatários: Licenciatura ou mestrado integrado em Medicina.

 

Candidatura (1ª edição): 15 maio a 13 setembro 2019

Candidatura (2ª edição): 1 outubro 2019 a 7 janeiro 2020

 

Calendarização (1ª edição): 18 outubro a 16 novembro 2019 (6ª feiras das 14h30 às 18h30 e sábados das 9h00 às 13h00)

Calendarização (2ª edição): 28 fevereiro a 21 março 2020 (6ª feiras das 14h30 às 18h30 e sábados das 9h00 às 13h00)

 

Valor: 300€ + 2€ seg. escolar

Regime de frequência:

Os estudantes têm a possibilidade de optar por dois regimes de frequência: o regime Presencial e o regime à Distância. Ambos os regimes possibilitam aos estudantes o acesso às aulas através da combinação de 3 vias (presença em sala de aula, videoconferência e aula gravada) variando entre si na percentagem de acesso atribuída a cada uma destas modalidades.

1. No regime presencial os estudantes devem frequentar no mínimo 75% das aulas presencialmente, em sala de aula. Os restantes 25% das aulas podem ser assistidos através de videoconferência e/ou aula gravada.   

2. No regime à distância os estudantes devem frequentar no mínimo 75% das aulas através de videoconferência. Os restantes 25% das aulas podem ser assistidos em diferido através de aula gravada.

 

Clique aqui para se candidatar

https://sigarra.up.pt/fmup/pt/cand_geral.informacao_relevante_cans_view?pv_processo_id=974548

PEDIDO DE INFORMAÇÃO

  • Share :